2016/09/28

Coisas minhas...

Casei há 15 meses e 15 dias. exactamente. Hoje de manhã, ao fazer uma tarefa rotineira de que eu não gosto, lembrei-me disto. E sorri. E resolvo partilhar com vocês agora.

Não gosto de cortar as unhas. Nunca gostei, acho que nunca vou gostar. Não gosto das unhas demasiado grandes mas detesto cortar unhas. Seja na mão ou no pé. Vá-se lá perceber o que me vai na cabeça. As do meu filho, conto pelos dedos de UMA mão as vezes que as cortei.

No dia do meu casamento, acordei cedo, tomei banho e cortei as unhas das mãos e dos pés. Em dia de casamento, um homem deve estar no seu melhor. E eu lá fiz esta tarefa que tanto me desagrada com gosto, para variar. Depois, fui ao cabeleireiro dar um jeito final no corte, barba e penteado. Depois disso a sessão de fotografias sozinho, com família e amigos. Depois disso a viagem para a Igreja, todos aqueles abraços e fotos. A cerimónia, linda que só ela. A saída da igreja e mais abraços, beijinhos e outras felicitações. E as fotos. E depois a viagem até à quinta. Casado, com a recém-esposa pela mão, entro no carro do meu sogro e preparamo-nos para a curta viagem até à quinta. 

Eis senão quando esposa amada me pergunta "Porque é que tens uma unha comprida e as outras todas cortadas?". Mudei de cor algumas cinquenta vezes no espaço de um segundo, enquanto olhava para a mão direita e verificava horrorizado que me tinha escapado uma unha. A do dedo anelar. Lá estava ela, grande e tão feiosa, ao lado de quatro outras unhas cortadas rentes e certinhas, com todo o pouco esmero que lhes tinha dedicado naquela manhã. 

Hoje pergunto... Os 130 e tal convidados, dos quais mais de metade estiveram em minha casa na recepção, não sabiam ter-me dado um toque para tratar do assunto? Ou será que ninguém se apercebeu que, na mão do noivo, o Actor Principal daquele dia, uma unhaca comprida (mas lavada tá?) espreitava a demonstrar a desarmonia e nervos que iam na cabeça do homem?

10 comments:

  1. Aahahahahah...ninguém reparou nisso e vou-te explicar o porquê. Na recepção na tua casa, os convidados só reparam nas indumentárias dos outros assim como nos "morfes"(comes e bebes)...depois da cerimónia só têm olhinhos para a noiva, que costuma ser a personagem principal da festa.
    Agora digo-te uma coisa, teres uma esposa que reparou nisso, é sinal que gosta muito de ti, sinal que te observou de cima abaixo. :)

    Felicidades e que venham muitos e muitos 15 meses! :)

    ReplyDelete
  2. My Bad! Que madrinha pavorosa fui! Preocupei me com eventuais pelitos no casaco e com o teu estado nervoso, mas a unhaca escapou me. Agora podes me explicar porque é que só 15 meses e 15 dias depois é que contas este percalçozinho?

    Beijao
    Su

    ReplyDelete
    Replies
    1. Hellu My Su :)
      Tu e todos, preocupados comigo, com o fato, a gravata, o penteado... E unghaca nada. Teve que ser esposa amada com seu olho de lince a reparar.
      Porque é que só hoje contei? Olha, só hoje calhou, madrinha minha. De manhã quando fui cortar as unhas lembrei-me e pensei "Olha que belo post posso fazer hoje...". Calhou também hoje ser o dia em que fazemos 15 meses e 15 dias de casados, uma efeméride gira que não interessa a mais ninguém...

      Delete
  3. Era o dedo da aliança? Podias usar a desculpa que era para ela não se enganar no dedo ;)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Na mão errada! Só se fosse para não me enganar na mão. Na altura não me lembrei disso... Bem lembrado!

      Delete
  4. LOOOl porra, são coisas que acontecem (ou não) :p

    ReplyDelete
    Replies
    1. Podes crer que acontecem. A mim, por exemplo!

      Delete
  5. aahahaha parabéns, pela esposa sobretudo. Ela não reparou, ela viu-te.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Be
      É isso, sim... Com outros olhos! O de esposa crítica em vez de namorada apaixonada! Não sei é se é um upgrade... :p

      Delete

Eu quero ouvir-te...